Gestores da Inviolável Irati e Guarapuava participaram de apresentação do primeiro semestre de 2019 da PM

20 de janeiro de 2020

Os gestores da Inviolável acompanhados
do comandante geral do Paraná, Péricles de Matos, e do consultor da área de
compliance, Fernando Guiné (Nando).


Os gestores da
Inviolável Irati e Guarapuava (PR), Marcielo e Cledemar Mazzochin, participaram
da prestação de contas dos trabalhos desenvolvidos e resultados alcançados pela
Polícia Militar do Paraná durante o ano de 2019.



O evento contou com
palestra do comandante geral do estado, Péricles de Matos, que prestou contas
para a classe empresarial e sociedade civil. De acordo com os dados
apresentados, os índices de criminalidade no Paraná tiveram uma significativa
redução: homicídio doloso (-31,7%), roubo (-18,1%), furto (-11,9%), roubo de
veículos (-27,5%), furto de veículos (-11,2%), roubo em ambiente público
(-14,9%), furto em ambiente público (-9,4%), roubo à residência (-25,9%), furto
à residência (-10,6%), roubo a comércio (-25,8%), furto a comércio (-4%) e
roubo em transporte público (-24,2%). Ao todo, 10.885 veículos foram
furtados/roubados. Desses, 6.713 (62%) foram recuperados.



Além dos dados
citados, também foram apresentados os resultados operacionais da PM. Ao todo,
foram 2.559 armas de fogo apreendidas, 299,27kg de cocaína apreendida, 32.660,80kg
maconha apreendida e 222,15kg crack apreendido. Isso, demonstrou um aumento de
5,9% do tráfico e redução de 9,4% de usuários.



De acordo com
Cledemar, estar presente nessa ação foi muito importante, pois fortaleceu a
proximidade e a valorização da PM, que apoia o setor de segurança no
cumprimento de seu papel. Além disso, foi uma forma de prestigiar de perto o
bom trabalho realizado pela Polícia Militar. “Sempre que se consegue reduzir
índices de criminalidade toda a sociedade ganha. Hoje, no estado do Paraná
inteiro, estamos vendo esses índices sendo diminuídos pela eficácia das ações
das autoridades competentes, ou seja, a polícia”, pontua.



O gestor da
Inviolável Guarapuava comenta ainda, sobre a importância do trabalho em
sintonia realizado pela PM e Inviolável. “Muitas ações precisam ser feitas para
concluir nosso trabalho, em especial quando há um arrombamento ou tentativa.
Nesses casos, precisamos da ação da polícia, pois ela tem o poder legal para
realizar a prisão, recuperação de roubos, etc. Por isso, não somente a
Inviolável, mas todo o setor de segurança privada e/ou eletrônica tem que
trabalhar em sintonia com a autoridade policial”, explica.


      

Dados referentes ao primeiro semestre de 2019 



O comandante Péricles de Matos apresentou os resultados.